Um país se faz com homens e livros

Monteiro Lobato

Essa frase escrita por Monteiro Lobato foi incrivelmente feliz. Porque a cultura constituída secularmente também faz parte de uma nação. Monteiro Lobato foi conservador em sua vida literária e foi protagonista de várias polêmicas, entre elas a que se destaca foi contra a Semana da Arte Moderna.

O conservador Lobato escreveu um artigo intitulado “Paranóia ou mistificação”, atacando a estética modernista em 1922 quando esta estava iniciando em sua Semana da Arte Moderna.

O escritor nasceu em 1882 e morreu em 1948. A obra de maior destaque que escreveu em vida foi “O Sítio do Pica Pau Amarelo”, em 1939.