[Estudo Bíblico]
OS 4 EVANGELHOS NA PROFECIAS DOS QUATRO SERES VIVENTES
por Eduardo Nagai

Estou estudando uma profecia de Ezequiel, que foi retomada pelo apóstolo João em Apocalipse. Nessa profecia, Ezequiel e João tiveram uma visão muito parecida referente a quatro seres viventes. Um semelhante a um Leão, outro a um Boi, outro a um Homen e outro a uma águia.

“Há diante do trono um como que mar de vidro, semelhante ao cristal, e também, no meio do trono e à volta do trono, quatro seres viventes cheios de olhos por diante e por detrás. O primeiro ser vivente é semelhante a leão, o segundo, semelhante a novilho, o terceiro tem o rosto como de homem, e o quarto ser vivente é semelhante à águia quando está voando”.

Apocalipse 4.7

Muitos teólogos tem feito uma interpretação de que essas profecias de Ezequiel e João fazem referência aos evangelhos. O ser semelhante a um Leão aponta para o Evangelho segundo Mateus.
O Boi, ao evangelho de Marcos. O Homem, ao Evangelho de Lucas e a Águia, ao de João.

O Evangelho segundo Marcos é comparado ao Boi, porque ele mostra Jesus como servo de Deus. O boi é um animal forte e ao mesmo tempo serve ao seu dono.

O Evangelho segundo Mateus é comparado ao ser semelhante ao Leão, porque o seu objetivo com o evangelho é provar aos judeus que Jesus é o Messias profetizado pelos profetas de Israel.

O Evangelho de Lucas é comparado ao Homem, porque ele escreve aos gregos convertidos de sua época para mostrar que ao mesmo tempo que é Deus, Jesus é homem.

O Evangelho segundo João é comparado à Águia, porque ele revela que Jesus é Deus e está nos céus. Glória a Deus.

Para mim, faz todo o sentido essa análise comparativa dos seres viventes em Ezequiel e no Apocalipse com os quatro Evangelho. Os teólogos não são unânimes nessa interpretação, o que prova a riqueza das possibilidades que a Bíblia nos traz quanto ao estudo das Profecias. A Bíblia é um livro sem igual na história do mundo. Uma obra rica, que vai se revelando como a verdade de Deus.

É muito bom ver como a Bíblia se encaixa em suas profecias e as realizações dessas profecias. Não é uma simples obra literária, e sim uma prática de vida e uma fonte inesgotável de conhecimento. Amém?