Não é difícil entender que o deep state, ou seja, o sistema de poder hegemônico, foi dominado por anos pela esquerda, sem ter oposição nenhuma. Não tínhamos nenhum representante de direita na política. Cada presidente que assumia era um esquerdista que subia. Sarney, Collor, FHC, Lula e Dilma.

Cada um tem tonalidades diferentes de esquerdismo, mas não deixa de ser esquerdista. Isso começou assim que o Regime Militar entregou o poder aos civis. E cada um foi implementando a sua ideologia à sua maneira, até chegar em 2014, quando a Lavajato começou a investigação de uma operação contra um doleiro, que em seguida se transformou em uma verdadeira caçada ao políticos corruptos. O povo delirou.

A máscara do PT foi caindo aos poucos, e junto com ela foi-se desnudando todo um sistema de corrupção, onde todos os políticos e partidos estavam envolvidos. Os delatores foram delatando os envolvidos, mas um político saiu ileso dessa investigação, porque todos afirmavam, desde o mensalão até agora, “só o Bolsonaro não está envolvido, só ele não recebeu propina”.

Com o tempo, ele foi ganhando a confiança da população até se transformar no Bolsomito. Apelido que ele recebeu na campanha eleitoral de 2018. Ele venceu apesar de todos o ironizarem. A mídia anunciava sua derrota nas pesquisas. Entretanto, e apesar de todas as análises políticas contrárias, Bolsonaro venceu as eleições.

De um deputado federal por quase 30 anos, tornou-se o primeiro presidente conservador, eleito com um discurso anticorrupção. Desde que assumiu até agora, ele vem enfrentando todo o sistema de corrupção. Da mídia (que recebia dinheiro dos governos anteriores) até o supremo tribunal federal, todos tentam derrubá-lo. Porém, o que não permite derrubarem o Bolsonaro? Deus e o povo. Ontem foi o nono domingo em que o povo vai pras ruas no Brasil manifestar seu apoio ao presidente.

O que faz o povo apoiar o Bolsonaro é que o povo sempre foi conservador. Uma parte não sabia, outra parte não tinha outra opção, e uma pequena parte é esquerdista sem vergonha mesmo. Kkkkkk.

Mas a verdade não pode ser negada: o Bolsonaro é amado pelo povo, porque ele está longe dessa sujeira da corrupção, ele ouve o que o povo quer de fato, e ele glorifica a Deus. Não tem jeito, os inimigos do Bolsonaro reclamam, choram e esperneiam, mas vão ter que aguentar mais um mandato, porque estamos:

#FechadosComBolsonaro