Hoje vamos falar sobre a prisão de Sara Winter, a ativista política antiaborto, católica, que tem um testemunho muito interessante, porque ela já foi ativista pró-aborto e feminista. Deus é bom, porque tem misericórdia até dos inimigos do evangelho.

Ontem, a Sara fez um relato impactante no seu canal do YouTube, contou detalhes sobre como foi a sua prisão. Falando desde o momento da abordagem, os momentos na prisão e como foi a sua soltura. Lembrando a vocês, que uma coisa é um criminoso que cometeu um verdadeiro crime ser preso, outra coisa é uma pessoa que não cometeu crime e só deu uma opinião diferente do sistema político corrupto ser preso.

Recomendo vocês assistirem ao vídeo da Sara Winter falando sobre a sua prisão no link a seguir

👇👇👇👇👇👇

https://youtu.be/0NcFqt9jUfc

Gostaria agora de fazer algumas conclusões sobre essas prisões que estão promovendo contra os apoiadores do Bolsonaro, como se ter uma opinião conservadora fosse um crime passível de prisões ilegais. As pessoas estão sendo presada politicamente sem que sejam cumpridos os direitos dos cidadãos. Eles nem mesmo estão sendo notificados com a causa da prisão. Isso é declaradamente um abuso de poder. Vamos às conclusões:

1) Essas operações não estão sendo realizadas com transparência. Os investigados não estão tendo direito aos acessos aos autos na hora da prisão, como consta na lei. 

2) Os ataques da justiça contra os direitistas conservadores estão sendo dados por ministros do STF filiados ao lado oposto, ou seja, investigação e o julgamento serão feitos pelo adversário político. 

3) Estão condenando não por atos criminosos, mas por opinião contrária. Isso é qualificado como crime político.

4) Um ministro do STF é a vítima do processo, é o acusador e o juiz. Em nenhuma justiça do mundo é possível uma ação desse tipo.

5) TODOS OS DIREITOS DOS INVESTIGADOS ESTÃO SENDO VIOLADOS. O pior é que o responsável por essa ilegalidade são ministros do Supremo Tribunal Federal do Brasil. Num caso como esse, a quem as vítimas (os conservadores) irão recorrer?

A única justiça a que podemos recorrer é a justiça de Deus. Essa justiça não falha.