– No Arcadismo, houve três poetas que juntos recebiam o apelido de poetas da inconfidência. Eles foram o Cláudio Manuel da Costa, o Tomás Antônio Gonzaga e o Alvarenga Peixoto. Os três tiveram esse apelido porque participaram ativamente de um movimento histórico chamado Inconfidência Mineira. Hoje vamos estudar um deles, o Cláudio Manuel da Costa.

– O poeta árcade nasceu em 1729, na cidade de Mariana/MG, e faleceu em 1789, na cidade de Ouro Preto/MG, aos 60 anos, em uma morte controversa. Alguns dizem que ele cometeu suicídio, outros dizem que ele foi assassinado ao ser preso pelo governo por causa da inconfidência. Os partidários de ambos os lados tem seus argumentos, entretanto, nesse texto não quero tratar de sua morte, mas de sua vida literária.

– Aos 20 anos foi para Coimbra, como a maioria dos jovens de família abastada. Em Portugal, formou-se em Direito pela Universidade de Coimbra. Voltando ao Brasil, na cidade de Ouro Preto exerceu a função de advogado.

– Apesar de ter sido reconhecido como um importante jurista, nunca deixou de escrever sua poesia. Começou sendo influenciado pelo barroco, mas, rapidamente, tomou gosto pelo Arcadismo ao ter contato com os ideais iluministas. Escreveu sonetos, epicédios, romances, liras e cartas todos eles com base nas principais características do Arcadismo: racionalidade, tema pastoral, resgate do clássico, equilíbrio na linguagem. Veja um soneto dele,

Eu ponho esta sanfona, tu, Palemo,
Porás a ovelha branca, e o cajado;
E ambos ao som da flauta magoado
Podemos competir de extremo a extremo.

Principia, pastor; que eu te não temo;
Inda que sejas tão avantajado
No cântico amebeu: para louvado
Escolhamos embora o velho Alcemo.

Que esperas? Toma a flauta, principia;
Eu quero acompanhar-te; os horizontes
Já se enchem de prazer, e de alegria:

Parece, que estes prados, e estas fontes
Já sabem, que é o assunto da porfia
Nise, a melhor pastora destes montes.

(Cláudio Manuel da Costa)

– Suas principais obras foram: Epicédios (1753), Obras poéticas (1768), O parnaso obsequioso (1768), Vila Rica (1773), Poesias manuscritas (1779). No próximo texto sobre literatura, estudaremos Tomás Antônio Gonzaga. Ok? Até a próxima e bons estudos 👊

– Blog: http://www.eduardonagaiblog.wordpress.com
– Insta @profeduardonagai
➡ Curta, espalhe e compartilhe😎👍