– Depois do regime militar, ser chamado de direitista, de liberal ou de conservador virou ofensa. Isso porque os historiadores, que em geral, são esquerdistas, consideraram a administração pública dos militares como um movimento de direita e chamaram de golpe a ascensão dos militares no poder.

– Isso é considerado fato para os historiadores, porém, hoje em dia, com o uso das redes sociais como meio de informação começou a ser questionado. E uma onda começou a se formar, a onda conservadora. O empoderamento da direita ganhou força porque a esquerda, liderada pelo PT, ficou mais de 10 anos no poder, e nesse tempo só foi visto crescer a corrupção na política brasileira.

– Na realidade, podemos dizer que o brasileiro é, em sua maioria conservador, porque quando pensamos nas questões caras aos conservadores, os brasileiros sempre preferiram este lado, como aborto, com armamento, como liberação da maconha. No Brasil já tivemos plebiscito dessas temáticas e os brasileiros escolheram ser contra o aborto, ser contra a liberação da maconha e ser favorável ao porte de armas.

– Entretanto, a esquerda, dominando a cultura do Brasil, conseguiu manipular a população a escolher candidatos de esquerda no poder. Graças aos marqueteiros de plantão. Kkkkkk. Os tempos hoje estão mudando. E vemos os conservadores ressurgiram com força, como uma onda.

– Os conservadores defendem a manutenção dos valores sociais na cultura brasileira, a manutenção da família como ela sempre foi vista, e a economia liberal, já que os conservadores defendem a não interferência do Estado na vida familiar. Ok? Até a próxima e bons estudos 👊 ah, boas eleições hoje aí no Brasil 😇