IMG_20181015_002351_482– Olá, amigos e alunos,

– Volte um pouco no tempo e se imagine dentro de uma das caravelas das expedições das grandes navegações. Devia ter sido incrível, navegar por mares nunca antes navegados não é mesmo? Agora, imagine-se como sendo o Pero Vaz de Caminha. Você seria um escrivão simplesmente de uma das expedições de Pedro Álvares Cabral e nesta expedição você simplesmente acharia a Terra de Vila Rica, que hoje se chama Brasil. Kkkkk.

– Caminha, como escrivão, tinha como missão relatar os detalhes desta navegação que começou em abril de 1500. Neste mesmo mês, Pedro Álvares Cabral e sua tripulação chegaram na Terra de Vera Cruz e Caminha escreveu um relatório para o rei Dom Manuel I em formato de carta que posteriormente foi intitulado Carta de Achamento do Brasil. É um documento histórico valioso, considerado pelos estudiosos como certidão de nascimento do Brasil. 

– Leia um trecho,

– “Ali veríeis galantes, pintados de preto e vermelho, e quartejados, assim pelos corpos como pelas pernas, que, certo, assim pareciam bem. Também andavam entre eles quatro ou cinco mulheres, novas, que assim nuas, não pareciam mal. Entre elas andava uma, com uma coxa, do joelho até o quadril e a nádega, toda tingida daquela tintura preta; e todo o resto da sua cor natural. Outra trazia ambos os joelhos com as curvas assim tintas, e também os colos dos pés; e suas vergonhas tão nuas, e com tanta inocência assim descobertas, que não havia nisso desvergonha nenhuma.”

– Caminha nasceu em 1450 na cidade de Porto em Portugal e faleceu em 1500 em Calecute na Índia. Vamos estudar mais a literatura desse período no próximo texto. Ok? Bons estudos e até a próxima 👊