– Olá, amigos e alunos,

– Meu nome é Eduardo Nagai e esse é um post do blog LÍNGUA PORTUGUESA BRASIL. Seja bem vindo.

– Esse não é um canal sobre política, mas por causa do fogo que está pegando nessas eleições, é impossível não analisar/opinar sobre essas eleições. E, além disso, tem tudo a ver com o vestibular. Principalmente, porque é um tema fortíssimo para cair na prova de redação 👊.

– A primeira análise que quero fazer depois de todos esses meses é a mudança do papel da imprensa, ou melhor, do papelão kkkkkk. Antigamente, a mídia, ainda que tivesse lado, ou seja, ainda que fosse parcial, pelo menos se declarava imparcial, entretanto, hoje em dia, não existe mais essa declaração. Vemos hoje é que a mídia tomou partido da esquerda, declarada, e tenta a todo momento combater o crescimento de um dos candidatos, o do Bolsonaro. No passado toda essa militância resultaria na mudança dos resultados, mas desta vez quem está determinando o resultado é a militância dos internautas. Os eleitores estão confiando muito mais no youtuver, ou no facebooker kkkk do que nos jornalistas de esquerda, ou nos professores militantes. O que é muito bom para a democracia. Até porque a Internet é muito mais acessível do que a TV.

– Outra análise que quero fazer, é em relação à sujeira dos que estão no poder. Em uma democracia saudável, como a norte-americana, é normal haver alternância de poder, ou seja, não existe um político ou uma linha ideológica que predomina por anos. Entretanto vemos essa perpetuação de poder nos países ditatoriais, como Venezuela, Cuba, Coréia do Norte. O Brasil pelo visto, tem seguido a linha da ditadura, até porque desde que os militares entregaram o poder para os civis só vemos esquerdistas no poder, veja
1990 – Collor; 1992 – Itamar; 1994 – FHC; 1998 – FHC; 2002 – Lula, 2006 – Lula; 2010 – Dilma; 2014 – Dilma; 2016 – Temer. Todos eles pertencem à mesma linha ideológica de esquerda. Uns mais radicais, outros menos, do comunismo à social democracia. E agora que existe a possibilidade de um candidato, desvinculado de todos eles, vencer eles estão com tanto medo que todos eles se unem contra um. E ainda assim, ele continua em pé. Nem mesmo um atentado político o parou. Isso somente confirma a sujeira dos poderosos.

– O que queria mostrar com esse texto, é que independente de sua posição política, você tem que concordar que é uma eleição totalmente diferente das anteriores e que todo esse teatro chamado eleições presidenciais precisa ser revisto pelos analistas políticos. Tempo de TV e aliança política já não são o que conta para os eleitores. O que vai contar, a partir desta eleição é o caráter do presidenciável.

– Ok? Até a próxima e boas eleições.