O caso lava-jato
(esta é só a minha humilde opinião sobre crime e castigo no Brasil)

por Eduardo Nagai

– Um colega me perguntou, certa vez, numa destas fábricas do Japão, depois de 12 horas honestamente trabalhadas, se a corrupção no Brasil vale a pena. Claro que esta pergunta veio depois de ouvir notícias dos milhões, ou melhor, bilhões de reais desviados dos cofres públicos por políticos criminosos.

– Vale a pena? Esta era a pergunta que não queria calar. Talvez lá no fundo do pensamento dele, ele quisesse perguntar, vale a pena trabalhar honestamente diante deste valor absurdo que a corrupção rende a um indivíduo?

– Eu lembro que um dos motivos que me fizeram partir do Brasil, rumo à terra do sol nascente foi o fato de eu ter desacreditado deste monstro a que o Brasil se tornou por culpa dos famigerados políticos brasileiros. Porém, um fato histórico me fez voltar a acreditar. Eu estava aqui no Japão, informando-me sobre o país que eu amo (o meu BR) quando me deparo com as notícias sobre a operação lava-jato e sobre o tamanho que esta investigação tomou.

– Foi algo que me encheu de esperança no Brasil novamente. Crer que um juiz poderia condenar um político corrupto. O político sempre se esbaldou com o nosso dinheiro e nunca a justiça conseguia, ou queria, condená-lo. Talvez até porque a justiça fosse um espelho da política. Um alimentava o outro, e o povo não tinha para onde correr, a não ser para fora do próprio país.

– De verdade, eu voltei a acreditar que pudesse haver justiça. Mesmo que fosse uma luz fracano meio da escuridão. E eu lembro que eu respondi a este colega: “Não, não vale a pena, porque mesmo cheio de dinheiro, ele sempre vai sentir o cheirinho do Sérgio Moro em qualquer lugar que ele esteja, e em qualquer momento do dia. Essa consciência do crime e do iminente castigo é a pior condenação que um criminoso como o Lula ou qualquer outro de qualquer partido pode receber”.

– PS.: Claro que não respondi desse jeito, foi mais simples, mas vocês entenderem o recado, não é? 😇 O crime nunca compensa.

– PS2.: essa conversa que tive com meu colega foi no ano passado, mas hoje eu teria mais elementos pra responder, principalmente com a condenação do Lula pelo juiz Sérgio Moro, e com a confirmação da condenação na segunda instância. Dá-lhe Lava-jato!