Por Eduardo Nagai
– Acabei de ler no G1 que o ladrão que foi tatuado na testa “sou ladrão e vacilão” não tem vergonha de si mesmo.

– Só no Brasil, uma pessoa que é pega cometendo crimes não tem vergonha do que fez. Diz o portal de notícias que ele está se recuperando do trauma, está passando por uma clínica de recuperação, e perdoa os malfeitores que tatuaram na testa dele (detalhe: o ladrão que assaltou a bicicleta de um paralítico “perdoa”… Deveria ser o contrário).

– Depois de tudo isso, ele diz não ter vergonha de si mesmo. Então não está recuperado, não está arrependido do que fez. É, de fato, um sem vergonha. Aliás, ele está certíssimo, porque num país como o nosso, o Brasil é que tem que se envergonhar de si mesmo. #FaleiMinhaOpinião

– Qual é a sua opinião sobre o assunto? Comente nesse texto. Não deixe de curtir, comentar e compartilhar. Até a próxima.