– Deparei-me com essa notĂ­cia, sobre uma entrevista de Romero Juca, dizendo ser infundada a acusação de que seu filho tenha recebido 150.000, porque por esse preço nĂŁo se vende MP nem na feira do Paraguai.
– Eu atĂ© dei risada quando li essa matĂ©ria, porque isso seria uma confissĂŁo, praticamente, de que se poderia vender por um preço maior. O que notamos, entretanto, Ă© que nĂŁo sĂł a máquina do Estado funcionou esse tempo todo, e com toda naturalidade, Ă  base de propina, como tambĂ©m os polĂ­ticos estavam tĂŁo acostumados com isso que nĂŁo estĂŁo sabendo responder a essas acusações.

– Nunca precisaram responder nada sobre dinheiro roubado do povo. As suas defesas se limitam a dizer que estĂŁo sendo caluniados, ou que isso Ă© golpe. A defesa nunca chega a ser uma defesa, mas um ataque contra os que estĂŁo fazendo o trabalho que há muito tempo deveria ter sido feito.

– Creio que algo está mudando no Brasil. Porque ninguĂ©m aguenta ver o dinheiro que vocĂŞ lutou para ter, trabalhando dia a dia sendo roubado por uma classe que já está nadando no dinheiro. Para vocĂŞ, quanto vale 150.000? Para os polĂ­ticos nĂŁo vale nada…